Ricardo Rocha

Artigos

Artigos

O que rouba sua prosperidade?

Temos coisas ruins em nossa vida que nos acostumamos a elas. A convivência reduz o desconforto e nos acostumamos a elas. Os vícios, preguiça, excessos de TV, comida e bebida, as faltas de exercícios e autocuidado.

Essa adaptação não é uma manifestação da adaptabilidade, uma habilidade fundamental para empreender e prosperar. É um comportamento tóxico e permissivo que nos prejudica na PROGRESSÃO e desenvolvimento do nosso PROPÓSITO.

Grande parte dessas coisas ruins temos ciência, mas não consciência; sabemos, mas NADA fazemos. Por que? Porque o que deixamos de construir ou colher não é uma perspectiva CLARA. O ganho de prazer no curto prazo é mais CLARO e certo do que o resultado futuro e incerto de um sacrifício presente.

Esse imediatismo é característico em um emocional infantil, que ainda não aprendeu a dinâmica da SEMEADURA: uma SEMENTE, no TERRENO certo e no TEMPO certo, dará o FRUTO certo!

O FRUTO sempre devolve uma multiplicação das sementes, que empregadas nesse ciclo da SEMEADURA multiplicarão a semente daquele que semeia. Aqui está a PROSPERIDADE.

O que são as SEMENTES? Tudo que você não usufrui e planta. Um exemplo é seu tempo de dedicação para estudar ao invés de apenas entreter. Seu dinheiro para fazer um curso, ao invés de apenas divertir.

O que é o TERRENO? Você mesmo e as pessoas que trabalham com você. Se você capacitar seus colaboradores, a empresa ganha EFICIÊNCIA e maturidade. Seus serviços e produtos serão melhorados. Com mais valor agregado e menor custo (eficiência) a empresa lucra mais.

O que é o TEMPO certo? É se livrar da ansiedade de usufruir rápido demais das sementes, desenvolvendo a paciência. ESPERAR é uma virtude da prosperidade.

É hora de reflexão…

Gostou? Compartilhe com alguém!

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
André Brito
André Brito
11 meses atrás

Excelente reflexão!

Ricardo Rocha

2022 © LanceUp. Todos os direitos reservados.